27 de maio de 2019
Foto: Benildes Rodrigues

Praças, feiras, ruas e parques em todo o Brasil foram ocupadas neste sábado (25) e domingo (26) por bandeiras, cartazes, panfletos e palavras de ordem Lula Livre. Grupos levaram para a população jornais, vídeos, entrevistas, fotos entre vários outros materiais para defender a liberdade do ex-presidente Lula.

Como primeira iniciativa de Mutirão do Comitê Nacional, a atividade foi muito bem sucedida junto à base na missão de diálogo direto com o povo sobre as razões políticas da prisão do ex-presidente. Aconteceram atividades de Norte a Sul do país, dialogando com o povo nas praças, de porta em porta e conectando a defesa da liberdade de Lula, com a Reforma da Previdência e o desmonte da Educação no país, avaliam os organizadores.

“As ações deste fim de semana fortaleceram as atividades marcadas para do dia 30 de maio quando nós iremos às ruas em defesa da Educação pública e de qualidade e no dia 14 de junho, dia Greve Geral, pois esclarecemos como a situações de prisão injusta do presidente se encaixa de cenário de crise politica e econômica. Com certeza este foi o primeiro de muitos mutirões de esclarecimento e diálogo”, afirma Rosane Silva, do Comitê Nacional Lula Livre.

Para Renato Simões, também do Comitê Nacional, o Mutirão conseguiu uma grande capilaridade com o apoio da militância. “A intersecção do debate Lula Livre com o tema da Previdência e as mobilizações marcadas para o dia 30 ficou evidente durante as atividades. Muito se falou sobre estes três pontos”, contou.

Assista o resumo:

Leia a íntegra no site do Comitê Nacional Lula Livre