01 de outubro de 2018

Em suas considerações finais no debate da Rede Record, neste domingo (30/9), Fernando Haddad disse que vê um futuro com brasileiras e brasileiros com os espíritos desarmados,  alimentados por trabalho e educação.

“A imagem que eu vislumbro é das brasileiras e dos brasileiros com a carteira de trabalho assinada na mão e com o livro na mão e não com armas”, ressaltou.

Ele destacou o tempo que vivemos com o presidente Lula onde as pessoas eram felizes. “As pessoas viveram em um momento em que o Brasil criou 20 milhões de empregos em apenas 12 anos e nós abrimos as portas das escolas técnicas e das universidades para os jovens brasileiros”.

Haddad também falou da importância das mulheres. Ele destacou que quem está reeducando o Brasil  é a mulher brasileira, que “foi às ruas ontem, pedir paz, pedir democracia e exigir os seus direitos, que são garantidos pela nossa constituição”.

Por fim, o candidato do PT diz que tem certeza que votando 13 o Brasil vai voltar a ser feliz de novo.