27 de outubro de 2018

A sabatina ao vivo com Fernando Haddad na TVE Bahia atingiu o status de assunto mais comentado no Twitter Nacional (Número 1 Trending Topics Brasil) nesta sexta-feira (26/10). No mesmo dia, deveria ter ocorrido o debate na TV Globo, cancelado devido à ausência do candidato Jair Bolsonaro.

Contando com uma ampla rede de retransmissão e repercussão, a entrevista com Haddad na TVE Bahia cumpriu papel essencial para a reta final da eleição presidencial em 2018. Para se ter uma ideia, mais de 1.200 rádios transmitiram a entrevista, além de dez emissoras de televisão de Norte a Sul do País – e centenas de sites e perfis de redes sociais. A sabatina também contou com transmissão internacional em inglês e espanhol, por meio da teleSUR.

No final das contas, não logrou sucesso a tentativa da Globo e de Jair Bolsonaro de boicotar o debate e a democracia. Graças à sabatina na TV pública baiana, a população brasileira acabou tendo a oportunidade de conhecer as propostas de Haddad para o Brasil – e decidir, de forma consciente e democrática, qual a melhor opção para o país. A sabatina contou com as participações dos jornalistas Juca Kfouri (TVT), Tereza Cruvinel (Jornal do Brasil), Bob Fernandes (TV Gazeta) e Regiane Oliveira (El País).

Jair Bolsonaro foi também convidado para uma sabatina na TVE Bahia, mas não compareceu.

#SabatinaHaddad

#SabatinaHaddad | Sabatina com Fernando Haddad AO VIVOJornalistas: Bob Fernandes da TV Gazeta, Juca Kfouri da TVT, Regiane Oliveira do EL PAÍS Brasil e Tereza Cruvinel do Jornal do Brasil

Publicado por TVE Bahia em Sexta, 26 de outubro de 2018

Para a TVE Bahia, a transmissão, além de representar um grande desafio, gerou marcos importantes e números históricos. Nos perfis da emissora no Facebook, Twitter e Youtube, a sabatina com Haddad registrou recordes em termos de visualizações, interações e compartilhamentos, entre outros. No Facebook da emissora, estima-se que o vídeo da sabatina tenha alcançado mais de 700 mil pessoas a partir da publicação da emissora.

Entre os veículos de mídia que retransmitiram ao vivo a sabatina, estiveram o Brasil 247, Carta Capital, Jornalistas Livres, Mídia Ninja, Revista Fórum, DCM, Rede Soberania, Observe, Brasil de Fato, TVT, Conversa Afiada e Sul Vinte Um.

Fernando Haddad, Manuela D’Ávila, Lula, Dilma Rousseff, PT, Gleisi Hoffmann, Rui Costa, Henrique Fontana, Humberto Costa, Décio Lima, Guilherme Boulos e outras dezenas de páginas oficiais de políticos e personalidades também retransmitiram a sabatina.

As visualizações da entrevista nessas páginas no Facebook ultrapassaram a casa dos 3 milhões de usuários.

No final das contas, até a Globo deu o braço a torcer. E noticiou a sabatina em seus telejornais, rádios e principais sites. A atitude pouco democrática da emissora, e o papel covarde de Bolsonaro, contudo, já ficaram registrados nas páginas da história brasileira.

Quer assistir à entrevista no YouTube? Clique aqui.