01 de setembro de 2018

A criação de mais de 20 milhões de vagas com carteira assinada em todo o país, entre 2003 e 2016, mudou a realidade do trabalhador que teve sua renda e poder de compra ampliados.

Somente no estado de Pernambuco, durante os governos federais do PT, foram criados 695.220 postos formais de trabalho, o que representou um crescimento de 73,6% do total de vagas. Hoje, o desemprego atinge 710 mil pessoas no estado, como indicam os números da Pesquisa Nacional por Amostras de Domicílios Contínua Trimestral (Pnad Contínua) no segundo trimestre deste ano. Esse é o resultado do retrocesso promovido pelo governo ilegítimo de Michel Temer e do PSDB.

O povo de Pernambuco reconhece tudo o que as gestões petistas fizeram e não é à toa que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva liderava com folga a corrida presidencial no estado. Pesquisa Ibope mostrou recentemente que Lula tinha 62% das intenções de voto dos pernambucanos.

Lula é Haddad presidente, e o PT vai voltar a governar o país para fazer o povo  feliz de novo. O plano de governo de Haddad inclui a oportunidade de trabalho como um dos principais compromissos. Para isso, será criado o Programa Meu Emprego de Novo, visando, principalmente, elevar a renda, ampliar o crédito e gerar novas oportunidades de trabalho. A retomada das obras públicas inacabadas em todo o país e do programa Minha Casa Minha Vida, por exemplo, vai abrir postos de trabalho na construção civil.