14 de março de 2022

Aconteceu de novo! Luciano Hang voltou a desinformar nas redes sociais. Tudo bem, não é grande novidade, o empresário catarinense, conhecido como Véio da Havan, faz isso o tempo todo. Até já foi alvo de CPI e teve sua conta no twitter suspensa por divulgar mentiras perigosas sobre a vacinação infantil contra a COVID-19.

Dessa vez, Hang veio defender o desgoverno do seu grande ídolo, o atual presidente Jair Bolsonaro, no indefensável: os preços abusivos dos combustíveis. Para isso, o Véio da Havan respondeu a um post em que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva explicava o porquê da fragilidade do Brasil aos preços internacionais dos combustíveis:

“Sabe por que a gasolina, o gás e o diesel estão caros? Porque esse Brasil tinha uma grande distribuidora chamada BR que foi privatizada e agora você tem empresas importando gasolina dos Estados Unidos em dólar enquanto temos auto suficiência e produzimos petróleo em reais”.

Lula

Na resposta, costumeiramente grosseira de Luciano Hang, ele argumentou que o preço alto devia-se a alta do barril de petróleo e não à nossa fragilidade decorrente das privatizações. Escreveu ele:

“Barril do petróleo custando US$ 130 e alguém escrevendo um negócio desse. Ou é um idiota ou quer fazer os outros de bobo. Impressionante a capacidade de mentir!”

Luciano Hang

Não sabemos se o empresário é ignorante sobre o assunto ou se apenas quer fazer propaganda. De qualquer forma, ele, mais uma vez, desinforma.

Preço dos combustíveis no governo Lula

Em 2008, auge da crise mundial, segundo mandato do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva: o barril do petróleo batia U$ 146 no mercado internacional, mesmo assim, o litro de gasolina se mantinha no Brasil a apenas R$ 2,50. Por quê?

Em primeiro lugar, a inflação no Brasil voltou com força, graças às políticas de Bolsonaro e Paulo Guedes. A inflação oficial, medida pelo IPCA (Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo), alcançou a marca de 10,74% no acumulado de 12 meses em fevereiro.

Desde que Bolsonaro assumiu, a gasolina já aumentou 157%. Em seu governo, a Petrobras adota a política de paridade de preços com o dólar, chamada de PPI (Preço de Paridade Internacional). A dolarização gerou uma escalada de preços que, aliada à desvalorização do real perante o dólar, impacta de maneira hostil o bolso do trabalhador. Isso acontece desde muito antes da guerra entre Rússia e Ucrânia.

Nos governos Lula e Dilma, a estatal adotava uma política de preços que não repassava a totalidade das variações de curto prazo dos preços internacionais de petróleo para os preços domésticos de derivados. Além disso, na contramão das ameaças de privatização do governo Bolsonaro, que enfraquecem a empresa, Lula valorizava a Petrobras. A estatal se tornou uma das maiores empresas em valor nas Bolsas. Se valia da condição de quase única grande produtora de petróleo, grande refinadora e grande importadora e distribuidora de derivados no país.

Hang a serviço das fake news

O empresário Luciano Hang é um dedicado militante da desinformação. Ele já foi acusado de financiar o blogueiro bolsonarista Allan dos Santos –investigado pelo STF (Supremo Tribunal Federal) por suposta propagação de fake news e por atos com pautas antidemocráticas. As informações constam em documentos obtidos pela CPI (Comissão Parlamentar de Inquérito) da Covid no Senado. Em depoimento, ele negou financiar grupos antidemocráticos.

Em janeiro deste ano, o Twitter suspendeu a conta de Luciano Hang por violação das regras da plataforma. O bloqueio foi motivado por uma ordem judicial. Em 2020, Hang já havia sido bloqueado —tanto no Twitter quanto no Facebook— por ordem do ministro do STF (Supremo Tribunal Federal) Alexandre de Moraes em decorrência do inquérito das fake news.

Em sua volta ao twitter, o fã incondicional do desgoverno Bolsonaro defendeu necessidade de checar informações antes de divulgar:

“Mesmo assim, é necessário filtrar tudo que chega até nós, pois há muita gente mal-intencionada espalhando fake news por aí. Inclusive, eu mesmo já fui vítima de várias. Lembre: não podemos aceitar o errado como se fosse verdadeiro. Não acredite em tudo que você vê, lê ou escuta”. 

Luciano Hang

Parece que ele ainda não aprendeu a própria lição.