01 de outubro de 2021

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva passou a manhã desta sexta-feira (1) visitando uma unidade da metalúrgica Delga, em Diadema, onde conversou com trabalhadores e diretores da fábrica. Lula afirmou estar com toda disposição para superar o momento de destruição do país e reforçou que a reconstrução do país é o desejo da maioria. O ex-presidente também demonstrou, mais uma vez, sua indignação com os 19 milhões de pessoas passando fome no país que é o terceiro maior produtor de alimentos do mundo.

Sentindo-se praticamente em casa ao voltar a falar para metalúrgicos como fazia na sua época de sindicalista, o ex-presidente falou sobre a necessidade de investimentos na indústria, setor que, nos últimos anos, reduziu sua participação no PIB nacional de 30% para 11%. “Como é que pode um país querer se desenvolver se ele não fortalece o crescimento da sua indústria? Porque é na indústria que você tem a oportunidade de criar emprego melhor remunerado, de investir em educação, em tecnologia”, comentou Lula.

O ex-presidente também apontou que o atual governo não entende os problemas do Brasil. “A única resposta que eles têm é que arma é solução. A arma que nós precisamos é arma da educação, da inteligência.”