22 de março de 2022

Bota casaco, tira casaco. Quando a gente não acorda com a notícia de mais um aumento dos preços, acordamos com a manchete do Bolsonaro culpando alguém que não ele mesmo por esse aumento de preços, principalmente quando o assunto é gasolina.

Fato é que os combustíveis estão custando esse absurdo por causa da política de dolarização adotada pela Petrobras em 2016, depois do golpe contra a presidenta Dilma, que prejudica o povo brasileiro para que os acionistas estrangeiros encham cada vez mais os bolsos.

Bolsonaro vinha defendendo essa política desde que assumiu a presidência. Ainda no mês passado, ele seguia colocando a culpa dos preços impraticáveis nos governadores, por causa do ICMS. Mas a gente já mostrou aqui que o imposto estadual sobre o combustível é o mesmo desde 2016. Então como pode ser ele o culpado pelo aumento de 157% no preço da gasolina nas refinarias desde que o Bolsonaro assumiu? Um estudo do Dieese apontou que o preço da gasolina e do gás de cozinha já subiu 5 vezes mais do que a inflação (que também está nas alturas) desde 2019. O único fator em comum nessa equação é o presidente.



Agora, quando ele finalmente teve que admitir que a situação está insustentável, Bolsonaro lavou as mãos. Sim, o presidente voltou a culpar governos anteriores e os governadores dos estados, criticou de leve a política de dolarização da Petrobras, mas disse que não pode fazer nada

Um dia depois de cobrar a Petrobras pela diminuição do preço dos combustíveis (como se a Petrobras não estivesse submetida ao governo federal), Bolsonaro voltou a culpar Lula e Dilma, que não governam o país já há seis anos, pela alta da gasolina. Ele só esqueceu de mencionar que os governos petistas foram os que mais investiram na estatal em toda a nossa história e foi graças a esses investimentos que a Petrobras descobriu o pré-sal, em 2006, e se tornou autossuficiente na produção. Se alguém tem culpa pelo cenário de terra arrasada que estamos vivendo, é ele mesmo. Vale lembrar também que durante os oito anos em que Lula esteve na presidência da República, a gasolina subiu somente R$ 0,43.

O povo brasileiro é o verdadeiro dono da Petrobras, como diz Lula. A nova tática de Bolsonaro nada mais é do que argumentar contra a estatal a fim de privatiza-la, privilegiando mais uma vez os acionistas internacionais. A estatal não pode ser responsabilizada pela incompetência de Bolsonaro.

Essa mania constante do presidente de não se responsabilizar pelos inúmeros problemas pelos quais estamos passando (muitos que ele próprio criou), mostra que Bolsonaro é totalmente incapacitado para o cargo que ocupa. E somos nós, brasileiros, que mais uma vez arcamos com essa conta altíssima.