04 de setembro de 2018

Em vídeo publicado nas redes sociais, o governador de Minas Gerais e candidato à reeleição, Fernando Pimentel (PT), fez duras críticas ao governo Temer pelo corte de mais de R$ 15 bilhões no Programa Bolsa Família, previsto na proposta orçamentária enviada em 31 de agosto ao Congresso.

Segundo Pimentel, em Minas, o corte vai prejudicar diretamente mais de 500 mil famílias, cerca de 1,7 milhão de pessoas. “É mais um exemplo da crueldade e da selvageria desse governo Temer apoiado pelo PSDB, pelos dois senadores (de Minas) do PSDB, inclusive um que é candidato a governador aqui”, disse Pimentel, referindo-se a Antonio Anastasia e Aécio Neves.