12 de agosto de 2015

Com o objetivo de implantar uma nova política de alimentação escolar, Camarões recebeu o primeiro “Ateliê Nacional de Validação da Política de Alimentação Escolar”. O evento foi realizado entre os dias 3 e 5 de agosto, em Yaoundé, capital do país.

Entre os 150 participantes, estavam Nei Futuro Bitencourt, embaixador do Brasil no país, representantes do governo camaronês, do Programa Mundial de Alimentos, do Centro de Excelência Contra a Fome, além de membros da sociedade civil.

Em novembro de 2014, uma delegação do governo de Camarões visitou o Brasil para conhecer o programa brasileiro de segurança alimentar, que tem mais de 42 milhões de beneficiários. Camarões possui 22 milhões de habitantes e tem 40% da população vivendo na linha da pobreza, de acordo com o Banco Mundial. 

A experiência brasileira de fortalecimento dos programas de alimentação escolar é mais uma das ações brasileiras em parceria com a FAO para cooperação sul-sul.  Há dois anos, o diretor-geral da FAO, José Graziano da Silva, assinou um acordo para compartilhar a experiência brasileira em programas de alimentação escolar com a África.