27 de outubro de 2018

Por Boatos.org

O ator Miguel Falabella resolveu gravar um áudio, chamado “exercício do pesadelo”, no qual fala como seria o pesadelo da posse de Haddad.

Faltam dois dias para mais de 147 milhões de brasileiros irem às urnas. Será que, depois disso, essa onda de fake news vai diminuir? Sinceramente, não sabemos. Mas o fato é que, até lá, ainda teremos trabalho desmentindo e “redesmentindo” histórias (até porque parece que a criatividade do povo está escassa).

A história da qual vamos falar agora é a que aponta que o ator Miguel Falabella teria gravado um áudio criticando um possível governo Haddad. No arquivo, o ator teria falado do “pesadelo da posse de Haddad” e criticado “isentões”. O áudio é acompanhado das seguintes mensagens: “Não deixem de ouvir o áudio com o Miguel Falabella” e “Escuta a fala sensata e inteligente do Miguel Falabella”.

Miguel Falabella gravou áudio sobre pesadelo da posse de Haddad?

É claro que a história está dando o que falar no WhatsApp, mas será mesmo que Miguel Falabella falou algo sobre o “pesadelo da posse de Haddad”? Se você acompanha o Boatos.org, já sabe que não. Vamos aos fatos.

O primeiro motivo é muito simples. O mesmo áudio do “pesadelo” já foi utilizado em outros dois boatos: um que atribuía a autoria ao ator Nelson Freitas e outro que atribuía a autoria ao jornalista Pedro Bial. Ou seja, o áudio é “figurinha carimbada em fake news”.

O segundo é mais óbvio ainda. A voz não se parece nada com a voz de Miguel Falabella. É incrível como esses boatos vão “ladeira abaixo” a cada nova versão. Dentre as “três autorias”, a voz de Falabella é a menos parecida com a da gravação.

Só para confirmar, fomos verificar se o ator falou algo a respeito das eleições. Como era de se imaginar, ele não só não falou nada sobre o “exercício do pesadelo”, como também não se posicionou nestas eleições.

Para terminar, o de sempre: a mensagem segue o roteiro básico das fake news. É vaga, alarmista, com erros de português e sem citar fontes confiáveis. Só por isso a matéria não deveria ser compartilhada.

Resumindo: a história que aponta que Miguel Falabella gravou um áudio falando sobre o “exercício do pesadelo” da posse de Haddad é falsa. Não passa de uma terceira fake news que aproveita o mesmo áudio. Balela.