27 de setembro de 2018

No último sábado (22/9), aconteceu em Roma, na Itália, a Festa del Lavoro. As autoridades presentes no evento reafirmaram o apoio internacional a Lula e o entendimento de que o encarceramento do ex-presidente é político.

O deputado Arturo Scotto disse, ainda, que a prisão se trata de uma “grave violação de direitos humanos e dos princípios da justiça universal” e alertou para o “risco muito sério de involução autoritária ditatorial da maior democracia sul-americana”.

Segundo avaliação de Scotto, “a culpa de Lula, aos olhos da classe dirigente do establishment de seu país, é ter lutado contra a pobreza e não haver defendido os interesses daqueles que sempre mandaram [no país]”.