17 de outubro de 2018

Mais um vídeo circula pelas redes sociais tentando enganar as pessoas, pois coloca como sendo atual um vídeo gravado há mais de dois meses, quando Lula ainda era candidato a presidente da República e Fernando Haddad era seu vice.

O vídeo é uma gravação de entrevista concedida em 14 de agosto à Rádio Arapuan, de João Pessoa (PB), e Haddad, como candidato a vice-presidente, fala que a crise do país acabaria somente quando Lula (na época ainda candidato à presidência) voltasse a ser presidente.

Datar o vídeo como recente é MENTIRA!

Quem compartilha a mensagem dá a entender que a declaração de Haddad data deste período que antecede o segundo turno da eleições.

Isso é FALSO. Isso é fake news.

Ajude-nos a combater essa fábrica de notícias falsas.

Veja abaixo algumas dicas de como identificar fake news pelo WhatsApp e nas redes sociais:

1 Não compartilhe conteúdos com origem e veracidade duvidosas. Não acredite em informações dadas por veículos ou pessoas desconhecidas.

2 Se a informação te parece estranha ou absurda, cheque! Pesquise no Google se a informação e/ou o veículo são confiáveis.

3 Se você descobriu que a informação é falsa, avise a pessoa que te enviou. Compartilhar fake news é crime.

4 É possível denunciar a publicação nas redes e grupos. DENUNCIE e nos ajude a denunciar pelo WhatsApp – (11) 974028726.

5 Se você sabe que é mentira, desminta a notícia falsa. Envie links de sites, vídeos e fotos verdadeiras. Compartilhe a VERDADE!

Lembre-se, no Brasil, espalhar boato e mentira é crime!

Vamos fazer o Brasil feliz de novo, vencendo o ódio e as mentiras.

Viu alguma fake news? Mande mensagem para o nosso WhatsApp antifake news: (11) 974 028 726.