13 de setembro de 2018

Clara Freitas, 17 anos, estudante da Universidade Federal do ABC, participou, na quarta-feira (12/09), de um encontro com o candidato do PT à Presidência da República, Fernando Haddad, e com a candidata à vice em sua chapa, Manuela D’Ávila. Na ocasião, Clara contou que viu a universidade ser construída, mas não alimentava a esperança de poder um dia estudar ali, pois havia concluído seus estudos em escolas públicas estaduais, em São Paulo. Entretanto, por meio da lei de cotas, política concebida e aprovada nos governos do PT que garante aos egressos do ensino público 50% das vagas em universidades federais, Clara realizou o sonho de ingressar na universidade.

Veja também:

“O ProUni e o Fies colocaram os filhos da classe trabalhadora sentados com os filhos dos patrões”, afirma estudante prounista

“A educação mudou minha vida. Minha mãe com 59 anos se formou em Serviço Social pelo Fies”, contou prounista a Haddad

Conheça a história de Jessy, prounista e estudante de Direito