26 de março de 2012

A Confederação Nacional dos Metalúrgicos (CNM) da CUT comemorou na sexta-feira, dia 23 de março, seu aniversário de 20 anos. O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, que é presidente de honra da CNM/CUT, enviou uma mensagem de parabéns, que foi lida pelo presidente do Instituto Lula, Paulo Okamotto, durante a celebração do aniversário, em São Bernardo do Campo.

Na mensagem, o ex-presidente destaca o avanço do setor em seus dois mandatos e o papel importantíssimo dos metalúrgicos na democracia do país.

Leia abaixo o texto completo:

“Nessa data tão especial para os trabalhadores metalúrgicos e metalúrgicas do Brasil minha vontade era poder estar nessa festa com vocês, comemorando os 20 anos da Confederação Nacional dos Metalúrgicos da CUT. Infelizmente, por recomendação médica, eu vou ter que adiar um pouco esse encontro.

Mas, mesmo de longe, eu preciso dividir com vocês meu orgulho em ver a CNM chegar aos 20 anos forte do jeito que está. Não faz muito tempo, tinha gente apostando que o setor metalúrgico ia acabar. Diziam que essa era a evolução natural das coisas. Mas nós conseguimos mudar essa história. O movimento sindical participou da construção de todas as políticas públicas do governo. Juntos, nós acertamos o rumo e o resultado hoje é essa força extraordinária de vocês.

O setor metalúrgico não só parou de cair, como cresceu 69%. Hoje existem mais de dois milhões e trezentos mil metalúrgicos no país. Entre 2002 e 2010 criamos 923 mil postos de trabalho no setor. Conseguimos fazer renascer a indústria naval, dobramos a Zona Franca de Manaus e hoje somos uma força também no Norte e Nordeste.

Eu quero terminar essa mensagem ressaltando a confiança que eu tenho na categoria e na capacidade que ela tem de mudar o Brasil, como já ficou provado desde os tempos da luta pela democracia. E como continua provando hoje com muita garra, na defesa da indústria nacional e também na luta por uma justiça tributária que garanta mais dinheiro no bolso do trabalhador e mais crescimento para o país.

Por tudo isso, meus parabéns à CNM!

Luiz Inácio Lula da Silva”