27 de setembro de 2018

Mais uma fake news é desmentida. As capas das revistas Veja, Época e Exame que circulam na internet com suposta afirmação do diretor do Departamento para a Cooperação e Observação Eleitoral da OEA (Organização dos Estados Americanos), Gerardo de Icaza, são obviamente falsas e foram desmentidas pelo perfil da OEA Brasil no Twitter.

Pela primeira vez, o Brasil terá uma missão da OEA, que observará as eleições gerais. Um grupo de especialistas já fez uma visita preliminar ao país e voltará na próxima semana para acompanhar a realização das votações em 15 estados brasileiros. Em entrevista originalmente publicada nos jornais Estadão e Folha de S.Paulo, Gerardo afirmou que não há motivo para desconfiar da urna eletrônica.

As capas falsas, com fotos de Gerardo, trazem mentiras deslavadas sobre suposta fraude nas urnas com a colaboração do PT. Em entrevista à Folha de S. Paulo, Icaza afirmou: “Tivemos uma explicação de várias horas sobre a urna eletrônica com total e absoluta transparência do pessoal de tecnologia do TSE. Conseguimos usar e ver a urna em todo seu funcionamento e diria que não temos, neste momento, preocupações sobre a segurança da urna. Desde 2002, em todo o território brasileiro já se utiliza a urna eletrônica e nunca houve fraude comprovada. A urna eletrônica é um sistema rápido e seguro e que permite que a vontade popular seja expressada através da votação”.