12 de julho de 2011

A proposta do enredo da Escola de Samba Gaviões da Fiel para o carnaval 2012 foi apresentada na tarde desta segunda-feira (11) ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Corintiano assumido, Lula terá sua história contada no Sambódromo do Anhembi.

A reunião, realizada no Instituto Cidadania, em São Paulo, contou com a presença do presidente do Corinthians, Andrés Sanchez, do ex-ministro da Secretaria Geral da República, Luiz Dulci, que hoje atua no Instituto, do deputado e presidente do PT do estado de São Paulo, Edinho Silva, que ajudou na intermediação, do presidente e vice da Gaviões da Fiel, Antônio Alan Souza Silva e Wagner da Costa, além de demais integrantes da Diretoria e carnavalescos.

Segundo a escola, o título provisório do enredo é “Verás que um filho fiel não foge à luta. Lula, o retrato de uma nação”. O tema foi o escolhido entre três opções que a escola tinha em mãos. A ideia, de acordo com a Gaviões, é homenagear o personagem que representa a garra e a coragem do povo brasileiro. “A intenção é prestar uma homenagem ao povo brasileiro, ao sertanejo sofrido e, especialmente, ao corintiano. Para contar essa história, o povo brasileiro será o protagonista e o personagem central será o corintiano, metalúrgico e ex-presidente do Brasil”. Ao abordar a história de um trabalhador que virou líder de uma nação, a Gaviões espera motivar o povo “a lutar por seus direitos, por justiça e para que seus sonhos tornem-se realidade”.

Mais do que a trajetória de Lula, a Gaviões da Fiel deve levar para a passarela do samba de São Paulo um pouco das lutas sindicais e da história da redemocratização do país. Na avaliação do deputado Edinho Silva, a Gaviões da Fiel presta uma “justa homenagem ao torcedor ilustre do Corinthians. Um nordestino retirante, líder operário se tornou presidente da República e mostrou para o mundo como se desenvolve um projeto de nação com geração de riqueza e distribuição de renda. Alguém que mostrou que é possível aliar o desenvolvimento econômico à inclusão social, promovendo a igualdade de oportunidades, a possibilidade de futuro para milhões de brasileiros”.