15 de novembro de 2021
Foto: Ricardo Stuckert

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva teve, na manhã desta segunda-feira (15), reuniões com os eurodeputados do Bloco Social Democrata no Parlamento Europeu, em Bruxelas. 

O presidente e os eurodeputados conversaram sobre a situação política no Brasil e na Europa, e forma do PT e dos partidos europeus aprofundarem a cooperação em políticas públicas, para um mundo menos desigual e com mais atenção ao meio ambiente e ao desenvolvimento sustentável.

Lula esteve  acompanhado de uma comitiva formada pelo ex-chanceler Celso Amorim, o presidente da Fundação Perseu Abramo, Aloizio Mercadante, o senador Humberto Costa e o deputado Arlindo Chinaglia. O ex-presidente se reuniu com Iratxe García Pérez, presidente do Grupo Social Democrata (Grupo S&D) do Parlamento Europeu, Pedro Marques, vice-presidente do Grupo S&D no Parlamento Europeu, Javi López, co-presidente da Assembleia Parlamentar Euro-Latino-Americana.

Também se reuniram com Sergei Stanishev, presidente do Partido Socialista Europeu, Maria João Rodrigues, presidente da Fundação para os Estudos Progressistas Europeus, Andreas Schieder, co-presidente do Fórum Progressista Global e membro do Parlamento Europeu, e Conny Reuter, coordenador da Aliança Progressista.

Lula cumpre agenda internacional de encontros e eventos com líderes europeus desde o último dia 11. Nos últimos dias, o ex-presidente se reuniu com diversas lideranças, como Olaf Scholz, vencedor da eleição alemã, Josep Borrell, chefe da diplomacia da União Europeia, Sharan Leslie Burrow, secretária-geral da Confederação Sindical Internacional, Martin Schulz, ex-presidente do Parlamento Europeu;  com as deputadas do SPD Yasmin Fahimi e Isabel Cademartori. 
No domingo (14), Lula se reuniu com Joseph Stiglitz, vencedor do Nobel de Economia. Eles discutiram a superação do neoliberalismo e a urgência de se construir um futuro que leve em consideração o bem-estar das pessoas.