18 de setembro de 2018

O advogado Wadih Damous relatou mais um encontro com o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, nesta terça-feira (18/9). O recado foi bem claro: “Lula quer ver reconhecida a sua inocência e não quer saber de indulto”.

Wadih explicou que Lula não quer confundir a intenção do indulto com reconhecimento de culpa. Lula quer que os tribunais superiores julguem seu processo e reconheçam sua inocência.

O ex-presidente também “pede muita garra, muita dedicação e muita combatividade ao povo brasileiro e à militância do PT para eleger Fernando Haddad”, disse Wadih.

O advogado explicou, também, que Lula está muito contente com o resultado das últimas pesquisas que já mostram Haddad avançando. O ex-presidente também disse que quanto mais o povo tiver conhecimento de que Fernando Haddad é seu substituto nessa eleição, mais adesão ganhará.

Lula afirmou a Wadih que tem a certeza e a convicção de que vamos ganhar essa eleição.