08 de outubro de 2018

 

Tire suas armas do nosso caminho

Nós vamos passar com um educador

Recolha seu ódio, que vamos de amor

Plantando mais flor e quebrando o espinho 

O tempo não para, ele é feito vinho

E quando envelhece tende a melhorar 

O povo entendendo não vai aceitar 

Sua beligerância no podre porão

Machista, fascista, cês não passarão

Pois nosso galope é de não recuar 

Maviael Melo