11 de janeiro de 2022

Entra ano, sai ano, e a fábrica de fake news bolsonarista continua funcionando a todo vapor. Com a economia brasileira em frangalhos, todos os problemas trazidos pela pandemia (muitos criados pelo próprio presidente) e centenas de brasileiros desabrigados e mortos pelas chuvas, Bolsonaro tem se preocupado em espalhar notícias falsas por aí, já que governar nunca foi seu forte.

Para desviar o foco de sua total incapacidade de governar o País, Bolsonaro mira em Lula, como sempre. A nova da vez diz que o ex-presidente foi flagrado na lancha Lulalu, de R$ 7 milhões, que pertenceria ao seu filho Lulinha, em Angra dos Reis (RJ).

A mentira tem sido compartilhada por perfis bolsonaristas nas redes sociais com fotos de Lula e sua companheira Janja fora de contexto e outras fotos editadas de uma lancha qualquer. As fotos não provam absolutamente e o boato da lancha do Lulinha (assim como dos outros incontáveis bens que inventam para ele) já foram desmentidos.

Além disso, o texto que acompanha as imagens tem aquele tom alarmista característico das fake news, em que muito se acusa e nada se prova. O site boatos.org, que já desmentiu muitas notícias falsas sobre Lula buscou “lanchas Lulalu” e encontrou referências na Bahia, bem longe de Angra, e nada relacionadas ao ex-presidente. Sendo assim, o site diz não haver lógica na mensagem, nem prova das acusações feitas pelos bolsonaristas desesperados.

Nunca é demais lembrar que Bolsonaro é viciado em mentir. Ele mesmo já admitiu que as fake news fazem parte de sua vida (ele construiu toda a sua campanha em cima delas, em 2018). Recentemente, o Aos Fatos divulgou que o presidente deu 7 declarações falsas por dia, em média, em 2021, num total de 2.516 falas inverídicas. A mentira é a arma desse governo para esconder a própria incompetência.