07 de agosto de 2018

O deputado Wadih Damous (PT-RJ) visitou Lula em Curitiba nesta manhã (7/8) e transmitiu um recado a pedido do ex-presidente: “sou candidato até o fim”.

Wadih ressaltou que Lula tem compromisso com o povo brasileiro, que não desistirá de sua candidatura e que só deixará de ser candidato se morrer ou se a Justiça rasgar a Constituição. “Como ele não quer morrer, como ele não vai desistir, ele só não será candidato se o poder judiciário rasgar a Constituição. E também quer que no dia 15 de agosto, Sérgio Moro apresente a prova e diga que crime ele cometeu”, disse o deputado.

Ainda de acordo com o deputado petista, Lula reafirmou que não troca a sua dignidade por liberdade, que tem direito de ser candidato e o direito de ser livre.

Assista ao depoimento de Wadih Damous ao deixar a sede da Superintendência da Polícia Federal, após falar com o ex-presidente Lula.