25 de abril de 2019

O ministro do Supremo Tribunal Federal Ricardo Lewandowski acatou nesta quinta-feira, 25, o pedido da defesa e manteve a entrevista exclusiva que o ex-presidente Lula concede ao El País e à Folha de S.Paulo nesta sexta-feira, 26 de abril, na superintendência da Polícia Federal em Curitiba. Anteriormente, o delegado da PF Luciano Flores de Lima havia transformado a entrevista em uma espécie de coletiva de imprensa, permitindo que outros veículos participassem da conversa na condição de ouvintes, sem o consentimento prévio dos advogados do ex-presidente. O EL PAÍS e a Folha de S.Paulo acordaram a conversa há mais de oito meses com a defesa do petista e, na semana passada, obtiveram no STF a autorização para encontrar Lula na sede da PF em Curitiba, onde ele cumpre pena

Confira a decisão na íntegra