22 de agosto de 2018

Aos companheiros e companheiras do MST,

Quero agradecer de coração o grande esforço de cada um de vocês para tornar o registro de nossa candidatura um ato histórico, como foi de fato o último dia 15 de agosto. E isso não teria sido possível sem a combatividade e a consciência política do Movimento dos Trabalhadores Sem Terra.

Nós estamos juntos desde o começo, desde as primeiras ocupações, nas horas mais difíceis e nas grandes conquistas. E a cada dia admiro mais a força desse movimento, que veio para transformar a vida dos trabalhadores e transformar esse nosso Brasil num país mais justo.

Quando soube da multidão de companheiros que foi para a frente do Tribunal Eleitoral naquele dia, tive vontade de abraçar cada um que saiu de casa com sua família nessa grande jornada. Quantos quilômetros de marcha, de baixo de sol e de chuva! Quantos quilômetros pelas estradas, viajando em ônibus onde o único conforto era a esperança.

Eu peço aos companheiros da direção, ao João Pedro, ao João Paulo e tantos outros, que sejam os portadores da minha eterna gratidão a cada trabalhador e trabalhadora do MST. E levem um abraço muito especial e carinhoso ao Jaime Amorim, que está se sacrificando junto com outros companheiros na greve de fome em Brasília.

É nas horas mais difíceis que a gente conhece os verdadeiros amigos. Enquanto Deus me der vida, jamais vou me esquecer do que vocês fizeram pelo Brasil e pela Democracia. E tenho certeza de que a história vai registrar o exemplo de coragem e de amor ao nosso país que o MST vem demonstrando em todos os momentos dessa luta.

Podem ter certeza de que vocês fortaleceram ainda mais o nosso compromisso com a transformação da vida do povo brasileiro. Esse compromisso é para sempre e nada vai impedir que a nossa luta seja vitoriosa.

Um grande e fraterno abraço do

Luiz Inácio Lula da Silva 

Curitiba, 21 de agosto de 2018