26 de setembro de 2018

No debate no SBT, nesta quarta-feira (26/9), entre presidenciáveis realizado pelo SBT, em parceira com Uol e Folha de S. Paulo, Fernando Haddad foi perguntado sobre suas visitas ao presidente Lula e se, caso vença as eleições, Lula terá interferência em seu governo.

Haddad disse que é, “com muita honra o advogado do Lula e  vou lá todas as segundas-feiras porque ele está injustamente preso por uma sentença que não para  em pé. E eu não vou sossegar enquanto ele não tiver um julgamento justo”.

Haddad explicou que foi coordenador do Plano de Governo do presidente Lula: “lutamos para ele ser candidato. Agora temos o compromisso de executar esse plano”.

Para Haddad, Lula é uma ideia e agora um Plano de Governo. Sua liderança traduz-se hoje em uma ampla frente política e social, capaz de tirar o Brasil da encruzilhada histórica em que nos encontramos. Ou o país constrói o seu caminho para a democracia, desenvolvimento e a justiça social, ou afundará no rumo imposto pelo ilegítimo governo Temer e PSDB e sua maioria parlamentar, com apoio de setores da mídia e do empresariado.

Desde o golpe de 2016, inúmeros direitos foram cassados, violados e massacrados em um período curto da história brasileira. A perseguição judicial a Lula, com amplo respaldo midiático, que se materializou no indeferimento de sua candidatura a Presidente da República pelo Tribunal Superior Eleitoral, é o maior exemplo disso. A arbitrariedade do impedimento da candidatura de Lula – que lidera todas as pesquisas de intenção de votos – interdita a alternativa reconhecida pelo povo brasileiro para o desfecho da crise política no Brasil.

Nesse cenário, a Coligação “O Povo Feliz de Novo” (PT, PCdoB e PROS) apresentou a candidatura FERNANDO HADDAD PRESIDENTE e MANUELA D’ÁVILA VICE-PRESIDENTA para defender o Plano de Governo pensado por Lula e pelas forças sociais e políticas que o apoiam. O plano foi construído a milhares de mãos, é portador do compromisso dessa candidatura com a melhoria da vida de milhões de brasileiros e brasileiras.

Veja também
Haddad no #DebateSBT: Imposto de Renda Justo
#Debate SBT: mobilidade urbana
#DebateSBT: democracia e reforma política