15 de outubro de 2018

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) determinou que mais 40 links com mentiras e fake news fossem tirados do ar imediatamente por difamarem a candidata à vice-presidência Manuela D’Ávila. A decisão foi proferida neste domingo (14/10).

Esses 40 links representam 145.912 compartilhamentos e 7.282.426 visualizações. Somando esses números ao alcance daqueles 33 URLs retirados do ar no dia 8 de outubro, chegamos à marca alarmante de 292.392 publicações, as quais geraram cerca de 12,5 milhões de visualizações. A população inteira de Portugal é de 10,3 milhões de habitantes.

A notícia falsa vinculava a imagem de Manuela a condutas que ofendiam o público cristão, além de atribuir mentirosamente à candidata a entrega de materiais pornográficos a crianças.

As pessoas autoras das publicações serão identificadas pelo Facebook através do número de IP e dos seus dados pessoais para cadastro. É preciso responsabilizar aqueles que disseminam mentiras nas redes.

Continue denunciando boatos, mentiras e fake news para nosso canal de WhatsApp! (11) 974028726

 Leia a íntegra decisão do TSE

 

Atenção! Espalhar boatos ou notícias falsas nas redes é crime previsto e tipificado pelo Código Penal e pelo Código Eleitoral

Então é bom tomar mais cuidado com aquela foto estranha que você repassa no WhatsApp, ou com aquele vídeo falso que você publica no Facebook, ou com aquele meme engraçadinho que você posta no Twitter. Isso deve ser feito para que você se proteja, para que o próximo seja respeitado e para que a nossa democracia seja valorizada e fortalecida.

Viu alguma fake news? Mande mensagem para o nosso WhatsApp antifake news: (11) 974 028 726.