14 de outubro de 2018

Os voluntários seguem superengajados na campanha Haddad Presidente. Eles  produziram e enviaram esses “lambes do amor”, uma maneira carinhosa de contrapor Haddad, o candidato que tem compromisso com a democracia, e Bolsonaro, aquele que só prega o ódio e o retrocesso. BAIXE AQUI OS: LAMBES DO AMOR

Bolsonaro quer acabar com o 13° salário, um direito do trabalhador adquirido em 1962.

O  ministro da Fazenda de Bolsonaro, Paulo Guedes, falou que vai ressuscitar a CPMF.

Sem propostas para o país, Bolsonaro foge dos debates.

Bolsonaro já afirmou que a polícia brasileira mata pouco.

Paulo Guedes anunciou alíquota única de 20% de  imposto de renda, o que significa que pobres vão pagar mais e ricos, menos.

Entre vários outros discursos de ódio, Bolsonaro chamou seus apoiadores para “metralhar a petralhada toda” durante campanha em Rio Branco, no Acre.

Bolsonaro é racista, desconhece história e ofende continuamente a população negra.

Para Bolsonaro, mulher deve ganhar salário menor do que o homem porque engravida.

Bolsonaro é a favor da tortura e tem como ídolo um dos maiores torturadores do regime militar: o Coronel Brilhante Ustra.