14 de abril de 2022

Desde o seu lançamento, em 14 de março, o Verdade na Rede imunizou mais de 8 mil pessoas no Mutirão de Vacinação contra as Fake News. Foram 1027 denúncias recebidas, 281 vacinas de agências de checagem cadastradas, 71 conteúdos próprios produzidos a partir das denúncias recebidas, diversos processos judiciais e 42 grupos de whatsapp de Agentes da Verdade em pleno funcionamento.

A cerca de 6 meses das eleições, segue nítida qual é a tática preferida do bolsonarismo para fugir do debate político: a mentira. Ele mente para fazer o povo perder a confiança nas instituições, mente para colocar dúvida sobre as eleições, mente sobre as ações que não tomou durante o seu governo e mente quando esse mesmo governo se vê metido em denúncias de corrupção que já são quase diárias. Segundo a agência Aos Fatos, no ano passado Jair abriu a boca sete vezes por dia só para falar mentiras.

Desde o dia 14 de março, lançamos um Mutirão de Vacinação contra as Fake News para contrapor essa estratégia deles de repetir 2018 e nos afogar em mentiras. Desde então, recebemos 1027 denúncias de fakenews, conteúdos manipulados ou tirados de contexto e desinformação em nosso canal, o Verdade na Rede.

A partir das denúncias recebidas, a equipe jurídica do PT moveu uma série de processos judiciais: contra outdoors com campanhas difamatórias em diversas cidades, contra Bolsonaro por fake news e para garantir a segurança das eleições, contra fake news de Flávio Bolsonaro, para investigação de ameaças físicas a Lula e a petistas.

DENUNCIE FAKE NEWS DIRETO NO SITE

Nesse período, foram cadastradas no Verdade na Rede 281 checagens feitas de forma autônoma por diversos veículos de imprensa sérios e independentes. São apurações feitas por jornalistas a partir de falas e posicionamentos públicos do clã Bolsonaro e seu núcleo de apoio sempre que se sentem acuados. Essas matérias servem como vacina para não cair na manipulação do lado de lá.

Todo esse conteúdo está em nosso agregador de notícias sobre as mentiras que vem sendo espalhadas pela extrema-direita. Basta escolher um tema e a página apresentará as verdades sobre o assunto, a partir de fontes oficiais e agências de checagem.

Em sua maioria, são imagens antigas ou fabricadas, áudios e vídeos adulterados e montagens grotescas que tentam associar Lula e o PT a crimes nunca cometidos e minar sua imagem e reputação antes mesmo do início da campanha eleitoral. De quebra, atacam o STF, o TSE, seus ministros e a liberdade de imprensa, assim como os jornalistas que desmascaram as bravatas de quem está no poder. 

Além desses assuntos, inventam manifestações populares contra Lula em dias e locais em que ele nem sequer estava e têm mirado bastante na religião, um assunto caro ao eleitorado brasileiro, tentando enganar o povo sobre o que Lula de fato pensa, defende e já fez pelo Brasil.

Se não encontrar o conteúdo em questão no nosso agregador, basta preencher o formulário e enviar para a equipe Lula, que irá sempre atrás da verdade (veja o passo a passo a seguir).

PARTICIPE DE NOSSOS GRUPOS DE WHATSAPP

Mas não só reforçamos a distribuição do trabalho da imprensa contra fake news. O Verdade na Rede também produziu 73 matérias apuradas em fontes oficiais e baseadas em fatos para expor como opera a milícia digital, que envolve de oficiais do exército, pegos no flagra pelo próprio Facebook, a políticos eleitos que desperdiçam dinheiro público tentando gerar dúvidas sobre o processo eleitoral.

Todo esse conteúdo está presente no nosso site, nas redes sociais e também no Whatsapp. Já são 42 grupos de Whatsapp de Agentes da Verdade em funcionamento, criados e operados de maneira orgânica, já que a adesão é feita de forma voluntária. Assim, é possível organizar ações, distribuir materiais para combater mentiras e se mobilizar por um debate público menos contaminado pelas distorções de informações da milícia digital. Além das vacinas, no nosso site você também encontra pacotes de figurinhas exclusivos para aderir a esse movimento contra as mentiras de Bolsonaro.

Uma notícia falsa tem um potencial devastador para a democracia, e costumam circular bem mais nas redes sociais que as verdadeiras. Por isso, criamos também um tutorial para identificar notícias falsas nas redes. Estamos nas redes sociais e no WhatsApp, e todos os dias recebemos denúncias de agentes da verdade que se mobilizam para ajudar a construir um ambiente sério e saudável para os debates nas redes sociais na próxima eleição.

O caminho para a verdade é simples e conta com o apoio da nossa equipe. Os passos são os seguintes:

1 – Viu uma mentira?

Não a divulgue, nem para seus amigos mais próximos. Bolsonaro quer nos afogar nas suas falsidades. Saia dessa. Respire fundo, entre em https://lula.com.br/verdadenarede/ e busque uma vacina para as fake news que não param de pingar nos seus grupos de zap.

É só ir no campo de busca e digitar uma palavra marcante da notícia falsa.

Responda a mentira com uma verdade. O nosso site reúne o material das agências de checagem e conteúdo próprio. É preciso desmontar os argumentos falsos e as narrativas fantasiosas do bolsonarismo. Ao responder à mentira, encaminhe uma das vacinas, aproveite e já envie algumas das realizações dos governos do PT para gerar um debate produtivo e sem briga.

2 – Não encontrou uma vacina?

Denuncie a fake news com a qual você se deparou. Você pode fazer isso em nosso site, clicando no botão vermelho DENUNCIE AQUI. Produziremos novas vacinas a partir das novas cepas do bolsovírus. Além disso, nosso time jurídico irá avaliar a sua denúncia e, se for necessário entraremos em contato para maiores informações.

3 – Como seguir informado?

É só se cadastrar em um dos nossos grupos de WhatsApp. Estaremos sempre de olho. Procurando as mentiras que circulam nas redes e em grupos de WhatsApp e Telegram e trazendo a verdade.