26 de setembro de 2018

Nesta quarta-feira (26/09), Fernando Haddad (PT) participou do debate entre presidenciáveis realizado pelo SBT, em parceira com Uol e Folha de S. Paulo. No primeiro bloco, o candidato Ciro Gomes (PDT) perguntou a Fernando Haddad sobre desenvolvimento regional. Haddad lembrou que foi o ministro da educação que mais promoveu inclusão no ensino superior de maneira interiorizada, construindo câmpus federais em 126 cidades e Institutos Federais em 214 municípios.

Haddad também lembrou que retomará as mais de 2.800 obras que estão paradas pelo país, gerando empregos e reaquecendo a economia.

Os governos de Lula e Dilma entregaram 1,2 milhão de cisternas para consumo e produção no semiárido e levaram importantes programas a todas as regiões do país, com capilaridade: Luz para Todos, Bolsa Família, Pronaf e Caminhos da Escola são apenas alguns exemplos.

Com Temer, mais de 2.800 obras estão paralisadas no Brasil, sendo que 517 (18,5%) são do setor de infraestrutura. A área de saneamento básico tem 447 empreendimentos interrompidos durante a fase de execução. Na sequência, aparecem obras de rodovias (30), aeroportos (16), mobilidade urbana (8), portos (6), ferrovias (5) e hidrovias (5).

Haddad promoverá a retomada imediata das grandes obras, selecionadas por importância estratégica regional, bem como as pequenas iniciativas no plano municipal e estadual. Para o Brasil crescer e se desenvolver, é preciso priorizar os investimentos em infraestrutura – que geram empregos e dinamizam a economia – orientados pela busca da sustentabilidade. O Programa Minha Casa, Minha Vida (PMCMV) será retomado com modificações relevantes para que possa ser uma ferramenta que contribua com a estratégia da nova política urbana. Criado para enfrentar a crise de 2008, o programa teve resultados expressivos, pois, além de estimular a economia e gerar empregos, melhorou as condições habitacionais de milhões de brasileiros e brasileiras. Veja aqui o Plano de Governo de Fernando Haddad.

Veja também
#DebateSBT: Haddad vai investir no ensino médio
#Debate SBT: mobilidade urbana
#DebateSBT: democracia e reforma política