26 de outubro de 2018

O total desprezo do candidato Jair Bolsonaro pelas instituições brasileiras é impressionante. O candidato do PSL acaba de compartilhar em suas redes sociais um vídeo em que volta a espalhar mentiras sobre o suposto kit gay (que não existe e jamais existiu), MESMO APÓS O TSE TER PROIBIDO BOLSONARO DE ESPALHAR FAKE NEWS SOBRE O KIT GAY. Bolsonaro não respeita a Justiça, nem os eleitores, nem seus opositores, nem a democracia. Como ele pode governar o Brasil? Bolsonaro teve a audácia de mentir descaradamente dizendo que Haddad queria tirar o WhatsApp do ar! É mais uma MENTIRA ABSURDA.

Como já mostramos, Bolsonaro é o pai do kit gay – foi ele quem inventou o boato lá em 2011, foi ele que levou o boato à televisão e é ele que continua baseando sua campanha em fake news mesmo após determinação da justiça. Bolsonaro sabe que não tem propostas, por isso tenta enganar os eleitores com mentiras descabidas. Foi assim no primeiro vídeo que gravou, do hospital, em que falava que a eleição seria fraudada – o TSE mandou retirar do ar o vídeo cheio de fake news na última quinta-feira (25/10). O problema é que o vídeo rodou livremente no submundo da internet por 40 dias e teve gente que acreditou no que ouviu.

É isso que o candidato tenta fazer, mais uma vez: solta um vídeo completamente falso a três dias da eleição, zombando da verdade e da Justiça, e tenta criar mais um mar de lama pra acabar com a democracia.

Fernando Haddad, o candidato da verdade e da democracia, já respondeu às mentiras de Bolsonaro. Dia 28/10, a verdade prevalecerá.

Segue a lista das fake news que Bolsonaro conseguiu reunir em apenas um vídeo, e seus desmentidos:

Já sobre Bolsonaro, seguem algumas pistas do que ele disse que queria fazer – e agora fala que é fake news. Tudo o que está noticiado abaixo tem base em falas de Bolsonaro ou de sua equipe: